Presente Histórico Reflexivo

5 de outubro de 2016




Chamam-me de comunista
Eu chamo de fascista
Será que vou aguentar viver nessa vida?
Projetos diferentes
De vida
A minha é mais vermelha e realista
A outra é azul e moralista
Resisto e vivo
Espero não mais ver
Esse conservadorismo
Mas enquanto a História não muda...
Traço meu próprio destino.
Ele pode ser incerto
Permeado de conflitos
Mas uma coisa eu já percebi...
Ele tem esperanças
De um dia ser tudo menos injusto e mais inclusivo.
Cleverson Domingos
05/10/2016

O que é cultura? Áudio slides

20 de abril de 2014






Fiz na disciplina Diversidade e Cultura a produção de um vídeo curto sobre o conceito de cultura. A partir da leitura do clássico Cultura: um conceito antropológico de Roque Laraia, e de outras leituras sobre cultura, produzi um áudio que juntei com slides de textos e algumas imagens sobre as diferentes correntes teóricas e formas de compreender a cultura no decorrer do desenvolvimento histórico da Antropologia. Fiz uma reflexão considerando os conceitos do etnocentrismo e diferenças culturais. Além disso, enfatizei que o mais importante é entendermos que a cultura não é transmitida por mecanismos biológicos e não depende de uma transmissão genética, mas sim que ela possui um caráter de aprendizado. É apenas em uma interação direta e constante com outros seres humanos que somos capazes de aprender, adquirir e produzir cultura.


O corpo estranho no espaço escolar

18 de novembro de 2013




Sim, hoje eu (também) fui chamado de Félix.
E não era a beleza, a riqueza e a finesse
(ou seja lá quais qualidades que o personagem tem),
os substantivos usados para me nomear...
Era o 'defeito' que estava em primeiro lugar:
Meu corpo estranho.
No espaço escolar.

Uma escola já conhecida,
Da onde só paixões até então conhecia...
Mostrou-se obsoleta,
Diante de uma singela presença.
Fiz-me não notar o espetáculo que tanto queriam montar.
Impossível, a homofobia estava lá.

Brasília, contradições de uma cidade nova

23 de setembro de 2013


Hoje tive o prazer de existir "Plano B" - Um documentário sobre o documentário Brasília, contradições de uma cidade nova, gravado na década de 60, sobre a construção de Brasília e as desigualdades sociais. Excelente produção! #Extasiado #46FestivaldeCinemadeBrasília #2013

PLANO B - Trailer Busca from getsemane silva on Vimeo.

Trailler Plano B 

"Ao expelir de seu seio os homens humildes que a construíram e os que a ela ainda hoje acorrem, Brasília encarna o conflito básico da arte brasileira, fora do alcance da maioria do povo. O plano dos arquitetos propôs uma cidade justa, sem discriminações sociais, mas, à medida que o plano se tornava realidade, os problemas cresciam para além das fronteiras urbanas em que se procurava conter. Na verdade são problemas nacionais, de todas as cidades brasileiras, que nesta, generosamente concebida, se revelam com insuportável clareza. É preciso mudar essa realidade, para que no rosto do povo se descubra quanto uma cidade pode ser bela".



Brasília, contradições de uma cidade nova (1967)
Documentário, 22 min.
Direção: Joaquim Pedro de Andrade
Roteiro: Joaquim Pedro de Andrade, Luis Saia, Jean-Claude Bernadet
Narração: K.M. Ekstein






"Os nossos braços foi que teve que derrubar essa mata, fizemos fogo, faziam fogueiras aqui, pra poder conseguir armar os barracos, ficou pessoas aqui no relento, uma época fria, que morreu crianças aqui de frio, e morreu adulto também."

A Filmes do Serro, produtora dos filmes do Joaquim Pedro, sempre cuidadosa, providenciou fotos e um trecho do filme disponíveis na página do filme, e também o texto do Jean-Claude Bernadet.
 
Há um texto de uma blogueira também muito interessante sobre o filme, que vale a pena conferir.